quarta-feira, 6 de março de 2013

FII de tijolo x FII de papel

Ola Pessoal
Ja faz um tempo que tenho tentado fazer um comparativo entre as vantagens e desvantages entre um FII que chamamamos de tijolo e os que dizemos serem de papeis. Antes de mais nada, vamos a uma definicao. Considero FII de tijolo aquele cujo o dividendo distribuido provem na maio parte de rendimentos pagos referentes a alugueis. Seja eles de escritorios, galpoes, lojas, shoppings... Enquanto que o de papel tem sua distribuicao proveniente de produtos financeiros como CRIs, LCIs, CDB..Alguns exemplos sao FEXC, XPGA, VRTA, HGCR...
Procurei fazer uma analize de curto medio prazo, levando-se em conta fundos que eu possuia em carteira. O primeiro ponto que chama a atencao sao os altos rendimentos pagos pelos papeis latreados em produtos financeiros. Podemos encontrar no mercado rendimentos superiores a 0,75% sem grandes problemas. Tanto que muitos dos investidores continuam escolhendo esse tipo de FII para compor sua carteira ( e acho que nao estao errados).
Contudo, eu procuro analisar o longo prazo, pois no meu caso, esses dividendos pagos serao responsaveis na minha IF pelo pagamento de contas mensais, como agua,luz, condominio, gasolina, internet... E como bem sabemos, sempre que falamos em longo prazo, um ponto importantissimo que deve ser levado em conta pelo investidor eh a inflacao. Continuando falando do meu exemplo. Hoje eu consigo parar de trabalhar ganhando R$15.000/mes de dividendos, mas sera esse valor suficiente daqui a 10 ou 20 anos? quanto eu vou precisar por mes daqui a esse periodo para agar as mesmas contas, levando-se em conta o aumento dos precos causado pela inflacao? Com certeza sera muito maior do que isso. E eh ai que entra o X da questao. Nos casos dos FII de papel, os ganhos sao interessantes se olharmos somente o % sobre o valor da quota, porem esse valor tende a ser estavel no medio/longo prazo. Entao, se eu sacar todos os dividendos pagos ou mesmo se for apenas a maior parte, no futuro eles nao serao mais suficientes.
Ai que entra o ponto interessante dos FII de tijolos. Por que? Bem, basicamente porque os alugueis sao corrigidos anualmente e normalmente por indices que seguem a inflacao. Ou seja, teremos uma correcao do dividendo recebido por um indicador financeiro (normalmente IGPM ou IPCA) que no longo prazo fara com que o meu rendimento nao fique defasado. Acrescido a isso teremos a valorizacao da cota por tabela, pois a medida que o % do dividendo pago for aumentando o mercado passara a se interessar mais por esse papel. Passara a comprar e o preco vai subir.
Segue abaixo alguns exemplos que tirei da minha carteira. Considerei o preco que eu paguei em Set/12 e a ideia e ver como foi o aumento do dividendo recebido (correcao) e tambem o aumento do preco do papel nesses 6 meses que se passaram.

FII - preco em Set/12 - preco em Mar/13 - variacao
        dividendo em Set/12 - dividendo em Mar/13 - variacao

ABCP - R$7,94 - R$ 9,98 = +25%
              R$ 0,04 - R$ 0,05 = +25%

FLMA - R$1,50 - R$2,48 = + 65%
               R$0,01 - R$0,0127 = +2,48%

BBFI - R$3.050 - R$4.778 = =56%
             R$ 32,05 - R$36,15 = =12%

FFCI - R$1,63 - R$1,93 = +18%
            R$0,0115 - 0,0118 = +1,93%

HGJH - R$1.100 - R$1.580 =+ 43%
              R$8,1 - R$9,2 = +13,5%

PRSV - R$1.070 - R$1.469 = +37%
             R$ 8,58 - R$9,50 = +10,7%

Mesmo tendo 2 dos 6 acima aumento dos dividendos pagos abaixo da inflacao do periodos, se tivessemos uma carteira equilibrada com todos acima, estariamos com uma boa folga.
Esse blog bem como seu adm, nao indicam qualquer forma de investimento. As escolhas feitas por seus leitores e suas consequencias sao esxlusivivas que quem os fez.
Abraco e bons investimentos a todos.

34 comentários:

  1. Além disso, nos FIIs de papéis temos que confiar no gestor do fundo para não fazer mau negócio comprando CRIs. Além de ser um produto caro, o risco não é desprezível. Com tanta fartura no mercado, a qualidade do crédito passa a ser duvidosa em alguns casos.

    Abcs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola FI
      Certamente. Mesmo sendo algns gestores 'confiaveis' pelo seu historico, nao estamos lvres que eles facam mas escolhas.
      Abraco

      Excluir
  2. Otimo post. Assim como em acoes olhar o P/L isoladamente nao diz nada (temos que levar em consideracao o crescimento dos lucros), em FII's olhar apenas DY 'e bobagem. Uma das coisas mais importantes a serem analisadas 'e o crescimento dos rendimentos pagos. Por isso fundos citados como HGJH e PRSV sao os meus preferidos, nao obstante seus "baixos" DY atuais.

    Abraco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Aninomo
      Exatamente. Falou tudo.
      Abraco

      Excluir
  3. Ótimo Post Dividendos !!

    Investidor Zé Ninguém
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Ze
      Obrigado pela visita e comentario.
      Abraco

      Excluir
  4. Muito bom o Post, eu particularmente não me sinto a vontade com esses fundos de papel e não invisto. Quanto aos de tijolos o ponto que tocou sobre os reajustes no IGPM ou IPCA vai fazer diferença no futuro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serao esses reajustes que nos protegerao da inflacao no longo prazo.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Ola Adp
      Obrigado pela visita e comentario.
      Abraco

      Excluir
  6. Outra coisa que penso é que os fundos de papéis tendem a amortização com o tempo, ou estou errado?

    De qualquer forma acho que uma fórmula bem equilibrada é 20% papel 80% tijolo, você tem esses dados da sua carteira? Como estão diversificados?

    Parabéns pela disciplina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola DP
      Nem todos os de papel tem amortizacao com o tempo. Se nao me engano, o unico que sei que tem eh o VRTA.
      Nao tenho calculado o balanceamento da carteira de FII, mas a partir do proximo post sobre o fechamento do mes vou comecar a abrir esse numero, pois considero importante. As minhas novas compras jah estao direcionadas para FII de tijolo.
      Abraco

      Excluir
  7. Esta distribuição é para quem é conservador.

    Investidor agressivo vai fazer o inverso: 80% papel e 20% tijolo.

    Maior renda está onde está o maior risco.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola PI
      Nao vejo dessa forma. Acho que o risco eh equilibrado.
      Abraco

      Excluir
    2. Explico:

      Se FII de papel oferece mais risco do que FII de tijolo, sendo a carteira prevalecendo mais de tijolo, no fundo é conservador este posicionamento.

      Por isto que eu disse que se inverter para mais papel e menos tijolo, o cara vai estar sendo mais arrojado. Não vejo equilibriou sendo que é sabido que FII de papel oferece mais risco.

      Excluir
  8. Desculpa, mas não entendi os fundos escolhidos. Você mesclou fundos de papel e tijolo? Quais são de papel e quais são de tijolo?

    Grande abraço, e parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá DH
      Os de papel são os primeiros citados (VRTA, XPGA, FEXC, HGRI).
      Os listados que eu calculei o % são os de tijolo.
      Abraço.

      Excluir
  9. dividendos, vc que tem uns 200 FII não fica maluco quando preenche a declaração do IR? rs

    vc aguarda receber o informe de rendimentos de cada FII ou faz como? dê algumas dicas se for o caso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem tanto. Enquanto minna preocupacao for preencher por causa dos menus ganhos, esta ok.
      Sobre os informes, tenho uma tabela onde diz os dias ex de cada FII. Basta olhar no site da bovespa e pegar os rendimentos.
      Abraço

      Excluir
    2. Basta ser organizado.

      A cada compra, lance uma linha em uma planilha, onde contenha o FII, preço pago, qtde de cotas e demais custos.

      Guarde também as notas de corretagem em PDF.
      Quando for a hora de fazer a declaração, pouco trabalho se terá já que ao longo do tempo você foi sendo organizado...

      Excluir
  10. Excelente Dividendos! Sempre aprendo algo aqui! E nunca tinha pensado por esse lado de visão de dividendos futuro. Somente sobre a questão de maior segurança em ter FII de Tijolos.

    Dessa forma, mantenho 75% em tijolos e 25% em papéis. Valeu pela dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Abastado
      Bom saber que ajudei de alguma forma.
      Boa relação entre tijolo e papel. Pretendo chegar nesse patamar.
      Abraço

      Excluir
  11. Excelente!!!!!!!!!
    to querendo montar uma carteira pra começar com FII.
    penso em 6 ou 7 papeis. quero por 100mil.
    vou seguir os seus FII.
    de papel vou por o tal de XPGA11.

    a proteção contra a inflação é tudo meu amigo. tudo.

    uma dúvida que eu tenho é a seguinte: na hora de escolher os FII eu fico olhando o grafico no homebroker, vendo quanto custava o valor patrimonial.

    Tem vários FII cujo valor patrimonial é de 100reais e que é negociado a 130 reais.
    ou seja, valores bem mais altos... eu devo encarar isso como distorção do mercado que pode estourar na minha cara mais cedo ou mais tarde? ou sendo um fundo de tijolo, devo encarar como valorizacao natural e que nao vai descer tanto?

    como lidar com oscilação de cota? como pensar sobre isso?
    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anonimo
      Vou ficar te devendo essa. Nao acompanho essa questão de valor patrimonial e também nao sei se a cota estar sendo negociada acima êh bom ou nao. Isso pode ser visto e avaliado de 2 formas distintas.
      Boa sorte nos seus primeiros investimentos. Leia e pesquise bastante pois existem varias opções no mercado.
      Abraço

      Excluir
    2. O valor da cota não diz nada sobre a qualidade do FII. Ponto.

      Existem FIIs muito caros, que estava a quase 1000 e hoje vale algo em torno de 700 e uns quebrados.

      Da mesma forma existe FII a 130 e nem por isto ele é ótimo ou ruim.

      O valor do FII varia conforme o tempo por uma série de motivos, tal qual uma ação.

      Se um inquilo grande sai do imóvel e vai ser difícel achar outro, isto pode desvalorizar o FII.

      Da mesma forma se um inquilino bom fechar um contrato de 10 anos de locação, isto pode ser bom pros cotistas, e valorizar o fundo.

      Sobre como lidar com a oscilação da cota:
      Se você não aguenta ver o FII que você comprou a 130, 3 dias depois valer 125 ou 120, então não entre neste tipo de investimento.

      Tal qual ação, ele tem sua volatividade...só que em menor grau.

      Altas ou quedas bruscas não são comuns, mas existem e fazem parte.

      Excluir
  12. Boa noite Dividendos, não estou querendo duvidar de seus números, mas eu acompanho a maioria desses FII's que vc citou e alguns números não batem.
    Por exemplo em setembro de 2012:
    ABCP min 9,90 max 10,89
    FLMA min 2,08 max 2,32
    BBFI min 4111 max 4299
    FFCI min 1,97 max 2,20
    PRSV min 1400 max 1499
    HGJH min 1302 max 1397

    Eu concordo plenamente que a os FII's de tijolo são bons instrumentos contra a inflação devido as correções anuais dos alugueis. Mas a questão da valorização dos preços das cotas elas não são tão altas assim como vc demonstra.

    Eu tenho na minha carteira um peso maior em FII's de papel (2/3) pois quero maior fluxo de caixa, mas tenho também FII's de tijolo (1/3).
    É questão de aversão ao risco de cada um. A variação dos dividendos nos FII's de papel realmente acontecem e podem trazer surpresas, mas na média elas acabam sendo maiores que os FII's de tijolo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola IO
      Vc esta correto.
      Tinha posto na minha planilha a data errata. O ano em questao eh 2011.
      Obrigado pela correção.

      Excluir
    2. Vc se deu bem por comprar antes do boom de 2012. Agora o crescimento vai ser um pouco mais lento, acredito eu.

      Excluir
    3. Sim, peguei algumas belas barbadas. Pena que tinha pouca grana na época.

      Excluir
  13. Prezado Dividendos,

    Grande parte de sua carteira é composta por fundos de CRI. Isto não fará com que sua retirada mensal de dividendos seja corroída pela inflação?

    Verifiquei que investe em FVBI11B. 20% dos ganhos deste fundo provém de garantia de rentabilidade e a menos que haja mais uma mega valorização no mercado imobiliário, que tornasse vantajoso à locadora rescindir os contratos em prol de uma nova taxa de locação, o fundo não deve ser capaz manter esta rentabilidade após a garantia de rentabilidade. Isto não poderia prejudicar o valor de suas cotas?

    Verifiquei também que investe em FLMA11. Este fundo parece interessante, mas divulga tão poucas informações, que torna difícil realizar uma análise conclusiva. Como você contorna este problema?

    Grato,

    MGC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá MGC
      Sim, as retiradas dos fundos de papel podem corroer o patrimônio pelo efeito da inflação. Por isso essa mudança gradual para os FII de tijolo.
      Estou tranquilo com o FVBI, pois mesmo que as receitas ainda estejam abaixo da renda garantida, os próximos reajustes tendem a encurtar essa diferença.
      Sim, a falta de informações e relatórios do FLMA me deixam as vezes com duvidas, porém as ultimas notícias da compra do Grupo Pousadas pelo Accor me fizeram voltar as compras.
      Abraço

      Excluir
    2. Olá Dividendos,

      Obrigado por sua resposta.
      Por gentileza, poderia me explicar que tipo de ajustes espera que ocorram nas receitas de aluguel do FVBI?

      Obrigado,

      MGC

      Excluir
  14. Boa noite, dividendos.

    Antes de mais nada, ótimo tópico para discussão. Muito legal da sua parte compartilhar o conhecimento que você teve com este tipo de investimento, vez que é um dos blogueiros que investem em FII há mais tempo.

    A partir disso, preciso te perguntar uma coisa: o fato do FII de papel necessitar de constantes captações para aumentar o valor dos seus proventos também pesou nesta decisão de focar em FII de tijolo?

    Se não se importar, te add na minha lista de blogs. Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Olá LL
    O que mais pesou para que eu iniciasse uma mudança na alocação êh o fato dos reajustes que os alugueis normalmente sofrem anualmente e com isso protegendo da inflação.
    Abraço

    ResponderExcluir